Jornada do Contribuinte LegalJornada do Contribuinte LegalJornada do Contribuinte LegalJornada do Contribuinte Legal

1. O porquê da “Jornada do Contribuinte Legal”

a. Porque eu criei essa “jornada”?
i. Devido à alta demanda de colegas interessados nessas negociações, se elas valem mesmo a pena, se podem ser uma saída para o seu cliente contribuinte devedor etc.

b. Porque a denominação “Contribuinte Legal”?
i. Decorre da expectativa de qualificação do contribuinte como possuindo regularidade fiscal, estando “dentro da lei”, o que se vem denominando de “conformidade fiscal”, ou seja, está “conforme o que determina a lei, o regulamento e as demais normas jurídicas que impõem obrigações ao contribuinte”

2. E sobre o que mais especificamente a gente vai conversar?
a. Para quem interessa?
i. O que a gente vai conversar aqui interessa bastante para o advogado, seja ele tributarista ou não, para o contador, o gestor de uma empresa e ainda daquele que cuide do departamento fiscal ou que seja responsável pelo planejamento tributário ou ainda da administração do passivo de uma empresa, de um contribuinte de um modo geral

b. Interessa para o advogado que não atue no tributário?
i. O advogado que atue em outra área e queira aprender a atuar nesse nicho mais específico do direito tributário, que é o da administração do passivo fiscal

c. E por que deve interessar?
i. O seu cliente confia em você e é você que ele vai procurar para obter o auxílio que precisa para resolver o seu problema

d. E o que eu tenho visto acontecer?
i. E o que eu tenho visto é uma infinidade de profissionais que preferem não se especializar no assunto ou que acabam, por não terem conhecimento da questão, perdendo clientes ou indicando outros colegas para atender o cliente. E nem sempre acabam fazendo boas indicações.
ii. Disso eu não posso reclamar, porque por conta dessa minha especialização em administração do passivo fiscal, acabei formando inúmeras parcerias e isso me permitiu me qualificar cada vez mais e poder estar aqui compartilhando desse assunto com vocês.
iii. Por que é necessário que haja mais especialistas?
1. E eu posso afirmar: é essencial, em especial nesse momento de crise que a gente está atravessando, que sejam preparados cada vez mais especialistas em cuidar das empresas e demais contribuintes que estão devendo para a Fazenda, porque a demanda é muito grande e os empresários dependem cada vez mais de profissionais qualificados e que os atendam com excelência, então não é bom ficar de fora. Porque como eu disse, demanda há, o que não existe é gente qualificada para atender essa demanda

iv. Por que eu acho importante compartilhar esse conhecimento?
1. Por isso eu acho importante eu compartilhar desse meu conhecimento com vocês com esse objetivo: o de formar uma comunidade de profissionais especializados e que possam conversar entre si e desenvolver estratégias para trazer resultados positivos e satisfatórios para seus clientes

v. E é possível atuar nessa área mesmo não tendo experiência em tributário ou não tendo atuado nesse nicho específico?
1. E não tem essa de que você não sabe fazer ou não é a sua área de atuação.
2. Você poderá, sim, a partir do que a gente vai conversar aqui, atender o seu cliente e ainda que tenha alguma dúvida, poderá esclarecer comigo ou com os demais participantes que eu tenho certeza, vão se envolver bastante e ajudar a buscar as soluções mais adequadas para as questões que forem trazidas aqui na Jornada

vi. E qual é o objetivo fundamental desses nossos encontros?
1. Para o contribuinte / seu cliente:
a. E o objetivo será, sempre, o de encontrar a saída mais econômica para o contribuinte devedor resolver sua situação com Fisco, de forma legal e legítima.
2. E de que forma?
a. Eu pretendo transmitir para vocês esse conhecimento e eu espero que vocês possam utilizar para ajudar seus clientes a irem pelo caminho certo e conquistar cada vez mais a sua confiança e, com isso, mais trabalho e consequentemente mais honorários
3. E no que pode resultar para o cliente?
a. Eu espero que essa economia possa resultar, para o contribuinte empresário ou pessoa física, um alivio por encontrar uma solução para o seu passivo, seja pela oportunidade de administra-lo adequadamente ou mesmo de reduzi-lo ou eliminá-lo
4. E para você, profissional envolvido nesse trabalho?
a. Poder oferecer essa solução e ser remunerado por isso, e que essa remuneração seja proporcional ao benefício econômico que seu cliente obtenha com a redução de seu passivo e a possibilidade de retomar a sua atividade econômica com mais segurança

e. Conclusão
i. Então a ideia aqui é trazer os elementos que o profissional precisa para poder auxiliar o seu cliente a tomar a decisão correta, mais adequada para administrar o seu passivo fiscal, seja através de uma transação tributária ou de outra estratégia de administração do passivo fiscal
ii. E vc, profissional, ter esse tipo de serviço em seu portfólio e poder atender o seu cliente com segurança.